Conectar-se

Esqueci minha senha



Jesus: Deus Filho, ou Filho de Deus?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[Cristianismo em Geral] Jesus: Deus Filho, ou Filho de Deus?

Mensagem por Gleison Elias em 12.08.13 6:40

Questão Pergunta: "Jesus é Deus? Alguma vez Jesus afirmou ser Deus?"

Exclamação Resposta: Na Bíblia não há registros de Jesus dizendo, palavra por palavra: “Eu sou Deus”. Entretanto, isto não significa que Ele não tenha afirmado ser Deus. Como exemplo, tome as palavras de Jesus em João 10:30: “Eu e o Pai somos um.” Em um primeiro olhar, isto pode não parecer uma afirmação de Jesus em ser Deus. Entretanto, perceba a reação dos judeus a Sua afirmação: “Os judeus responderam, dizendo-lhe: Não te apedrejamos por alguma obra boa, mas pela blasfêmia; porque, sendo tu homem, te fazes Deus a ti mesmo” (João 10:33). Os judeus compreenderam a afirmação de Jesus como uma declaração em ser Deus. Nos versículos seguintes Jesus não corrige os judeus dizendo: “Eu não afirmei ser Deus.” Isto indica que Jesus realmente estava dizendo que era Deus ao declarar: “Eu e o Pai somos um” (João 10:30). João 8:58 nos dá outro exemplo: “Disse-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo que antes que Abraão existisse, eu sou.” Mais uma vez, em resposta, os judeus tomaram pedras em uma tentativa de apedrejar Jesus (João 8:59). Por que os judeus iriam querer apedrejar Jesus se Ele não tivesse dito algo que criam ser uma blasfêmia, ou seja, uma afirmação em ser Deus?

João 1:1 diz que “o Verbo era Deus.” João 1:14 diz que “o Verbo se fez carne.” Isto claramente indica que Jesus é Deus em carne. Atos 20:28 nos diz: “...Olhai, pois, por vós, e por todo o rebanho sobre que o Espírito Santo vos constituiu bispos, para apascentardes a igreja de Deus, que ele resgatou com seu próprio sangue.” Quem comprou a igreja com Seu próprio sangue? Jesus Cristo. Atos 20:28 declara que Deus comprou a igreja com Seu próprio sangue. Portanto, Jesus é Deus!

Tomé, o discípulo, declarou a respeito de Jesus: “Senhor meu, e Deus meu!” (João 20:28). Jesus não o corrige. Tito 2:13 nos encoraja a esperar pela volta de nosso Deus e Salvador, Jesus Cristo (veja também II Pedro 1:1). Em Hebreus 1:8, o Pai declara a respeito de Jesus: “Mas, do Filho, diz: Ó Deus, o teu trono subsiste pelos séculos dos séculos; Cetro de eqüidade é o cetro do teu reino.”

Em Apocalipse, um anjo instruiu o Apóstolo João para que adorasse a Deus (Apocalipse 19:10). Nas Escrituras, várias vezes Jesus recebe adoração (Mateus 2:11; 14:33; 28:9,17; Lucas 24:52; João 9:38). Ele nunca reprova as pessoas quando recebe adoração. Se Jesus não é Deus, Ele teria dito às pessoas para não ser adorado, assim como fez o anjo em Apocalipse. Há muitos outros versículos e passagens das Escrituras que atestam a favor da divindade de Jesus.

A razão mais importante para Jesus ser Deus é que se Ele não o fosse, Sua morte não teria sido suficiente para pagar a pena pelos pecados do mundo inteiro (I João 2:2). Somente Deus poderia pagar preço tão infinito. Somente Deus poderia carregar os pecados do mundo (II Coríntios 5:21), morrer e ressuscitar, provando Sua vitória sobre o pecado e a morte.

Fonte: GotQuestions
avatar
Gleison Elias

Mensageiro
Mensageiro

Reps : 11
"Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará"

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Cristianismo em Geral] Re: Jesus: Deus Filho, ou Filho de Deus?

Mensagem por Gleison Elias em 13.08.13 23:23

GotQuestions escreveu: Como exemplo, tome as palavras de Jesus em João 10:30: “Eu e o Pai somos um.” Em um primeiro olhar, isto pode não parecer uma afirmação de Jesus em ser Deus. Entretanto, perceba a reação dos judeus a Sua afirmação: “Os judeus responderam, dizendo-lhe: Não te apedrejamos por alguma obra boa, mas pela blasfêmia; porque, sendo tu homem, te fazes Deus a ti mesmo” (João 10:33). Os judeus compreenderam a afirmação de Jesus como uma declaração em ser Deus. Nos versículos seguintes Jesus não corrige os judeus dizendo: “Eu não afirmei ser Deus.” Isto indica que Jesus realmente estava dizendo que era Deus ao declarar: “Eu e o Pai somos um” (João 10:30).
"Eu e o pai somos um" parece com a expressão "s tornarão uma só carne", e a expressão "sejam um", ambas expressões também ditas por Jesus.
Ser um não é ser uma única essência, mas ser de um mesmo pensamento, estar em comunhão, ser unido (palavra tal que remete ao "ser um").

Jesus realmente não disse "nunca afirmei ser deus", mas se olharmos o contexto, vejamos o que ele disse:

 "Respondeu-lhes Jesus: Não está escrito na vossa lei: Eu disse: Sois deuses?
Pois, se a lei chamou deuses àqueles a quem a palavra de Deus foi dirigida (e a Escritura não pode ser anulada),
Àquele a quem o Pai santificou, e enviou ao mundo, vós dizeis: Blasfemas, porque disse: Sou Filho de Deus?"
João 10:33-36


Percebe-se então que Jesus se fazia não igual mas menor que Deus.
Os judeus achavam que Jesus se intitulava Deus, mas o próprio Jesus os refutou, tuas palavras se resumem em algo como "todo aquele que anuncia a Palavra são deuses, mas nem isso sou, aquele a qual o Pai santificou e enviou ao mundo é seu Filho"

Uma coisa que o evangelicalismo não aprendeu mas deveria, é que nas Escrituras também há registro de quem nada sabe, por exemplo, os judeus, os ímpios, etc. As ações dos judeus e ímpios na qual as Escrituras registram, não são para nosso ensino. Se os judeus achavam que Jesus era Deus, isso pouco deveria nos interessar, pois os mesmos também tinham várias tradições antibíblicas.
avatar
Gleison Elias

Mensageiro
Mensageiro

Reps : 11
"Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará"

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Cristianismo em Geral] Re: Jesus: Deus Filho, ou Filho de Deus?

Mensagem por RBianch em 21.08.13 9:17

Tenho algumas perguntas antes de afirmar minha opinião sobre o assunto:

- 1º - Porque na hora de condenar a doutrina da reencarnação, dizem que Elias não era João Batista, alegando que vieram sob o mesmo espírito e não são o mesmo espírito?

- 2º - Quando nos casamos e nos tornamos uma só carne, fisicamente nos tornamos uma só pessoa?

Aplicando a regra do mesmo peso e mesma medida, se a bíblia trata praticamente tudo com uma linguagem metafórica, porque aplicar regras diferentes para interpretação?

O grande problema é o seguinte: O N.T. diz que só Jesus salva. o V.T. diz que só Deus salva. Então, temos um problema! Se Jesus não for Deus a bíblia é contraditória, portanto, mentirosa. Para defender a bíblia e "resolver" este problema foi criada a doutrina da trindade. Só que esta doutrina é completamente ilógica, irracional e contradirótia. E quando um trinitariano é questionado sobre sua veracidade (obviamente não há explicações) responde apenas dizendo que não temos condições para entender os mistérios divinos.
avatar
RBianch

Observador
Observador

Reps : 4

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Cristianismo em Geral] Re: Jesus: Deus Filho, ou Filho de Deus?

Mensagem por paulomax em 17.03.14 16:55

A palavra de Deus não se contradiz. Porém contradiz as pessoas. Muitas vezes queremos que ela se encaixe naquilo que acreditamos!!!
Jesus disse:
João 4:23 - "Os verdadeiros adoradores adorarão o PAI com espírito e verdade" ( Jesus disse que deveriam adorar a quem????)
João 20:17 - “Pára de agarrar-te a mim. Porque ainda não ascendi para junto do Pai. Mas, vai aos meus irmãos e dize-lhes: ‘Eu ascendo para junto de meu Pai e vosso Pai, e para meu Deus e vosso Deus.’”( O Pai era o Deus de Jesus, a quem Jesus orava)
Marcos 13:32 - “Acerca daquele dia e daquela hora NINGUÉM sabe, nem os anjos no céu, nem o Filho, senão o Pai". ( se só o Pai sabe ele possui um conhecimento que.nem o filho sabia)
João 7:16 - “O que eu ensino NÃO é meu, mas pertence ÀQUELE que me enviou” ( Jesus reconhece que Deus é a fonte do ensino)
João 8:28 - " não faço nada de MINHA própria iniciativa; mas assim como o Pai me ensinou". ( Jesus foi instruído por Deus. A iniciativa é de Deus)
João 14:28 - "vou embora para o Pai, porque o Pai é MAIOR do que eu". ( Maior que Jesus. O Pai é maior, logo Jesus é menor)
Lucas 22:42 - "“Pai, se tu quiseres, remove de mim este copo. Não obstante, ocorra, não a MINHA vontade, mas a tua.” ( A vontade de Deus em primeiro lugar, depois a de Jesus)
Outras informações
Hebreus 9:24 - Porque Cristo entrou, não num lugar santo feito por mãos, que é uma cópia da realidade, mas no próprio céu, para aparecer agora por nós PERANTE a pessoa de Deus". ( Jesus depois de cumprir sua missão se apresentou a Deus)
Apocalipse 14:1 - E eu vi, e eis o Cordeiro em pé no monte Sião, e com ele cento e quarenta e quatro mil, que têm o nome dele E o nome de seu Pai escrito nas suas testas" (Poderia “o Cordeiro” ser o mesmo que “seu Pai”? É claro que não. A Bíblia mostra que eles são pessoas distintas, que têm até mesmo nomes diferentes.)
1Coríntios 8:6 - "Para nós há realmente um só Deus, o Pai"
1 Pedro 1:3 - “Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo.”

Leia a Bíblia e busque a Verdade. Jesus disse: "Eu sou o caminho" - todo caminho leva a algum lugar. Jesus é o caminho até o Pai. O objetivo não é o caminho, mas sim ao destino que o caminho leva, o Pai Maior. Poderia citar muito mais versículos, mas esses são óbvios e só não enxerga quem não quer ver.
Todos nós temos duas opções: aceitar a verdade ou negar o óbvio.
avatar
paulomax

Observador
Observador

Reps : 0

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Cristianismo em Geral] Re: Jesus: Deus Filho, ou Filho de Deus?

Mensagem por Salomão em 19.03.14 8:59

@PauloMax escreveu:Marcos 13:32 - “Acerca daquele dia e daquela hora NINGUÉM sabe, nem os anjos no céu, nem o Filho, senão o Pai". ( se só o Pai sabe ele possui um conhecimento que.nem o filho sabia)

 Querido Paulo ,

Qual é o real argumento tirado de Marcos 13:32 para garantir a não Deidade de Cristo ?

1- A limitação de saber  na declaração  de  que não saber  o dia e hora de sua vinda...

2- O Fato do Pai saber coisas que ele "não sabe"..

Ajuda-me  entender  como tu entendes..!
avatar
Salomão

Mensageiro
Mensageiro


Reps : 18

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Cristianismo em Geral] Re: Jesus: Deus Filho, ou Filho de Deus?

Mensagem por clayton.mendes em 24.04.14 22:27

Como já afirmado aqui, a Bíblia não se contradiz, as pessoas sim. Primeiramente, esclarecendo sobre a crença da Trindade: primeiro, os cristãos primitivos não criam nisso, essa é uma crença dogmática desenvolvida pela Igreja: “Nem a palavra Trindade, nem a doutrina explícita, como tal, aparecem no Novo Testamento, e nem Jesus ou seus seguidores tencionaram contradizer o Shema do Velho Testamento: ‘Ouve, ó Israel: O Senhor, nosso Deus, é um só Senhor’ (Deuteronômio 6:4)... A doutrina desenvolveu-se gradualmente com o decorrer dos séculos, enfrentando muitas controvérsias... Por volta do fim do 4º século... a doutrina da Trindade tomou substancialmente a forma que desde então tem conservado.” (The New Encyclopedia Britannica 1976), Microaedia, Volume X, pag. 126.
É altamente perceptível que, ao passo que a Igreja explica a origem da doutrina da Trindade, ela deixa bem claro que não é um ensino bíblico: “A formulação de ‘um só Deus em três Pessoas’ não foi solidamente estabelecida, de certo não plenamente assimilada na vida cristã e na sua profissão de fé, antes do 4º século... Entre os Pais Apostólicos, não havia nada, nem mesmo remotamente, que se aproximasse de tal mentalidade ou perspectiva.” (New Catholic Encyclopedia,1967), Volume XIV, pag. 299.
Primeiramente quero deixar claro que você está olhando do ponto de vista dos judeus primitivos, que não compreendiam Jesus corretamente (João 8:42-44). Olhe do ponto de vista cristão. Agora, vamos deixar que a Bíblia interprete a si mesma. Começando por João 10:30: Você disse que “os judeus compreenderam a afirmação de Jesus”, mas isso está errado. Eles não compreenderam, assim como você não compreendeu. Ali, Jesus estava apenas afirmando ter o mesmo pensamento de Deus, enfatizando na união deles, assim como o Cristo ordenou que seus seguidores também o fizessem (João 17:22).
Depois você comenta sobre João 8:58, que também está errado. O próprio Jesus Cristo fundou a Terra e tudo o que nela há, o Pai Celestial o usou para fazer isso (Colossenses 1: 15,16). Jesus estava ao lado de seu Pai desde a criação do mundo (Genesis 1:26; 3:22; 11:7).
Sobre João 1:1, João 1:18 diz: “Ninguém jamais viu a Deus.” O versículo 14 diz claramente que “o Verbo se fez carne, e habitou entre nós . . . vimos a sua glória”. Também, os versículos 1, 2 dizem que no princípio ele estava “com Deus”. Agora, voltando novamente ao grego:
Philip B. Harner, no seu artigo “Substantivos Predicativos Anartros Qualificativos: Marcos 15:39 e João 1:1”, disse que cláusulas tais como a de João 1:1, “com um predicativo anartro precedendo ao verbo, têm primariamente sentido qualificativo. Indicam que o logos tem a natureza de theos.” Ele sugere: “A cláusula poderia talvez ser traduzida: ‘o Verbo tinha a mesma natureza de Deus.’” (Journal of Biblical Literature, 1973, pp. 85, 87) Assim, neste texto, o fato de a palavra the-ós, na sua segunda ocorrência, estar sem o artigo definido (ho) e de estar colocado antes do verbo, na sentença, é de importância no grego. É interessante notar que os tradutores que insistem em verter João 1:1: “O Verbo era Deus”, não hesitam em usar o artigo indefinido (um, uma) na sua tradução de outras passagens onde ocorre um substantivo predicativo anartro singular antes do verbo. Assim, em João 6:70, tanto a Bíblia de Jerusalém como o Novo Testamento Interconfessional se referem a Judas Iscariotes como “um demônio”, e em João 9:17 descrevem Jesus como “um profeta”.
John L. McKenzie diz: “João 1:1 deve ser rigorosamente traduzido ‘o verbo estava com o Deus [= o Pai], e o verbo era um ser divino’.” ( Dictionary of the Bible , Nova Iorque, 1965), p. 317. Portanto, Jesus, como “um deus”, meramente reflete as qualidades divinas de seu Pai. (Hebreus 1:3.)
Sobre João 20:28, conforme já mencionado, Jesus é um deus no sentido de que ele é um ser divino, mas não é o Pai. Jesus tinha acabado de dizer a Maria Madalena: “Eu ascendo para junto de meu Pai e vosso Pai, e para meu Deus e vosso Deus.” (João 20:17) Note, também, o motivo pelo qual João escreveu seu evangelho. Três versículos depois do relato sobre Tomé, João explicou que ele escreveu para que as pessoas ‘cressem que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus’, — não o próprio Deus. (João 20:31)
Sobre II Pedro 1:1, o próprio Pedro deixa claro que Deus é Pai do Cristo (1 Pedro 1:3), assim como Tito (Tito 1:4).
[Hebreus 1:8[/b], citando o Salmo 45:6, Paulo deixa claro que o trono de Jesus, isto é, seu cargo de autoridade, procede de Jeová. Ele originou esse trono e o entregou a Jesus, de modo que nenhum problema será grande demais para Jesus resolver. Paulo também afirma que Jesus é filho de Deus (Hebreus 1: 1,2).
Sobre a adoração prestada a Jesus Cristo, ele deixou claro várias vezes que não aceitava glória de homens, mas que os verdadeiros adoradores adorariam somente ao Pai (João 5: 39-44; 4: 23).
A morte de Jesus foi suficiente, assim como a de qualquer filho celestial seria. Quando se entende o que foi perdido no Éden (a saber, a vida eterna), se entende o Resgate. Cristo não pecou, por isso era perfeito (1 Pedro 2: 22-25), e por isso a Bíblia diz que a morte não podia mais o “segurar” (Atos 2: 24). Ora, quem não pecou, não pode morrer (Romanos 6: 23), mas o Resgate tinha de ser efetuado de forma precisa, refletindo os sacrifícios que, de forma figurativa, cobriam os pecados (Hebreus 10: 1-4; Levítico 22:21; Êxodo 21: 24,25)
avatar
clayton.mendes

Observador
Observador

Reps : 0

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Cristianismo em Geral] Re: Jesus: Deus Filho, ou Filho de Deus?

Mensagem por ademar em 14.07.14 12:39

Não há como ler a Bíblia e ter dúvidas que Jesus é Deus, e é o filho de Deus. É que nós, meros humanos criados, tentando adaptar a filiação de Jesus como um ser humano, com um pai e uma mãe, mas Deus é Deus...é diferente, é verdadeiro, e não entendemos todas as implicações de suas ações. Deus Pai é Deus por nós. Jesus, o Filho, é Deus conosco, e o Espírito Santo ,é Deus em nós. Aqueles que não creem na trindade é porque simplesmente querem entender totalmente a Deus, e isso é ridículo. Uma criação entender totalmente a mente do criador é impossível, mas aceitar o que foi revelado é o que Deus espera de nós.
avatar
ademar

Observador
Observador

Reps : 0
:D

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Cristianismo em Geral] Re: Jesus: Deus Filho, ou Filho de Deus?

Mensagem por clayton.mendes em 12.08.14 14:34

O que eu mais acho interessante, é esse desespero agonizante dos trinitaristas; de tentar inculcar essa doutrina filosófica na cabeça das pessoas (Colossenses 2:8).
The New Encyclopædia Britannica diz: “Nem a palavra Trindade, nem a doutrina explícita, como tal, aparecem no Novo Testamento, e nem Jesus ou seus seguidores tencionaram contradizer o Shema do Velho Testamento: ‘Ouve, ó Israel: O Senhor, nosso Deus, é um só Senhor’ (Deut. 6:4). . . . A doutrina desenvolveu-se gradualmente com o decorrer dos séculos, enfrentando muitas controvérsias. . . . Por volta do fim do 4.° século . . . a doutrina da Trindade tomou substancialmente a forma que desde então tem conservado.” — (1976), Micropædia, Vol. X, p. 126.
A New Catholic Encyclopedia diz: “A formulação de ‘um só Deus em três Pessoas’ não foi solidamente estabelecida, de certo não plenamente assimilada na vida cristã e na sua profissão de fé, antes do fim do 4.° século. Mas, é precisamente esta formulação que tem a primeira reivindicação ao título o dogma da Trindade. Entre os Pais Apostólicos, não havia nada, nem mesmo remotamente, que se aproximasse de tal mentalidade ou perspectiva.” — (1967), Vol. XIV, p. 299.
The Encyclopedia Americana lemos: “O cristianismo derivou-se do judaísmo, e o judaísmo era estritamente unitário [cria que Deus é uma só pessoa]. O caminho que levou de Jerusalém a Nicéia dificilmente foi em linha reta. O trinitarismo do quarto século de forma alguma refletiu com exatidão o primitivo ensino cristão sobre a natureza de Deus; foi, ao contrário, um desvio deste ensinamento.” — (1956), Vol. XXVII, p. 294L.
Nouveau Dictionnaire Universel: “A trindade platônica, que em si é meramente um rearranjo de trindades mais antigas, que remontam aos povos anteriores, parece ser a trindade filosófica racional de atributos que deram origem às três hipóstases ou pessoas divinas ensinadas pelas igrejas cristãs. . . . O conceito deste filósofo grego [Platão, do 4.° século AEC] sobre a trindade divina . . . pode ser encontrado em todas as religiões [pagãs] antigas.” — (Paris, 1865-1870), editado por M. Lachâtre, Vol. 2, p. 1467.
O jesuíta John L. McKenzie, no seu Dictionary of the Bible, diz: “A trindade de pessoas dentro da unidade de natureza é definida em termos de ‘pessoa’ e de ‘natureza’, que são termos filosóficos gr[egos]; na realidade, esses termos não aparecem na Bíblia. As definições trinitárias surgiram em resultado de longas controvérsias, em que estes termos e outros, tais como ‘essência’ e ‘substância’, foram erroneamente aplicados a Deus por alguns teólogos.” — (Nova Iorque, 1965), p. 899.
“A palavra Trindade não aparece no Novo Testamento, nem Jesus e seus seguidores pensaram em contradizer o ensinamento do Velho Testamento: ‘Ouve, Israel, o Senhor nosso Deus é o único Senhor.’” — Enciclopédia Barsa.
“A doutrina da Trindade . . . não tem suas raízes no início do cristianismo, e esse conceito só foi definido no fim do segundo século.” Library of Early Christianity—Gods and the One God (Biblioteca do Cristianismo Primitivo — Deuses e o Deus Único).
“Para a formulação do dogma da Trindade, a Igreja [Católica] teve de elaborar uma terminologia própria, com a ajuda de noções de origem filosófica.” — Catecismo da Igreja Católica.
Conclui-se assim, que os cristãos primitivos não eram trinitários, provando que Cristo nunca ensinou tal crença. Talvez lhe falte dado histórico, mas quando Constantino se tornou o governante supremo do Império Romano, professos cristãos tinham opiniões diferentes sobre a relação entre Deus e Cristo. Será que Jesus era Deus? Ou ele foi criado por Deus? Para resolver a questão, Constantino convocou todos os líderes da Igreja para uma reunião em Niceia, não porque desejasse encontrar a verdade bíblica, mas porque queria evitar que questões religiosas dividissem seu império.
Constantino pediu que as centenas de bispos ali presentes chegassem a um acordo unânime. Mas seu pedido não foi atendido. Ele então sugeriu que o concílio adotasse a ideia ambígua de que Jesus era “da substância” (homoousios) do Pai. Esse termo que não aparece em nenhum lugar na Bíblia, mas tem sua origem na filosofia grega, formou a base da doutrina da Trindade que mais tarde foi incluída no credo da Igreja. Por volta do fim do quarto século, a doutrina da Trindade já existia na forma que conhecemos hoje, incluindo o espírito santo como a suposta terceira parte da divindade. Ou seja, não faltam provas de que o dogma da Trindade foi estabelecido com prioridades políticas.
E uma coisa bastante interessante também, é que em Deuteronômio 6:4 diz-se: “Escuta, ó Israel: Jeová, nosso Deus, é um só Jeová.” (do Hebraico: Yehwáh ’Elo•héh•nu Yehwáh ’e•hhádh.) E por que isso é interessante? Porque os israelitas tinham saído há pouco do Egito, onde existem crenças pagãs e mitológicas, tais como a tríade de Hórus. Sendo assim, Jeová criou um contraste proposital, atribuindo a unidade a si mesmo, esclarecendo então, que não fazia [faz] parte de uma Trindade, como apontava a crença dos egípcios.
avatar
clayton.mendes

Observador
Observador

Reps : 0

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Cristianismo em Geral] Re: Jesus: Deus Filho, ou Filho de Deus?

Mensagem por AZZI em 15.08.15 9:18

A paz

se vc falar:
Deus filho, Deus pai e Deus Espirito Santo.
Fica entendido que existem 3 deuses, ou seja, triteismo [heresia]

Se vc falar:
Filho de Deus
Considerando-se que este filho é a Palavra de Deus em carne ou não,.
Fica entendido que o filho é parte integrante de Deus assim como a minha palavra é parte integrante de mim.
avatar
AZZI

Mensageiro
Mensageiro


Reps : 16

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Cristianismo em Geral] Re: Jesus: Deus Filho, ou Filho de Deus?

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Print
Seus favoritos não foram carregados :(